terça-feira, 30 de dezembro de 2008

(Ilhabela) Conclusões e Referências

Para essa viagem, aconselho a todos que pretendem fazer algum dos trechos que relatei, que preste atenção aos fatos abaixo, já que apenas alguns deles me foram mencionados com antecedência:

  • Animais Peçonhentos: são comuns nas trilhas de Ilhabela: nós vimos 4 cobras ao todo, sendo 2 jararacas. Todas estavam em trechos movimentados e de trilha bem aberta; portanto o uso de perneiras não é exagero.
  • Ficar Perdido: em vários trechos de trilha mais fechada (como a trilha de Indaiatuba até Castelhanos e de Castelhanos até Serraria), instrumentos de orientação são muito recomendados. Em vários trechos menos freqüentados, a trilha correta não é óbvia e embora mapas e GPS possam ser bastante úteis, o bom senso ainda será seu principal aliado.
  • Assaltos ou Furtos: sobretudo nas praias mais movimentadas como Castelhanos e Bonete, não são raros; e nós fomos avisados diversas vezes sobre essa possibilidade. Portanto, não deixe celular, GPS, câmeras e outras coisas caras muito a mostra.
Sobre o planejamento, os seguintes pontos mostraram-se importantes:
  1. Percorra as praias no sentido anti-horário. Assim as trilhas mais fáceis serão as primeiras, quando o peso nas mochilas estará maior e as pessoas menos acostumadas às adversidades da região, como clima ou insetos.
  2. Leve alguma comida que não precise ser preparada no fogo. Caso tenha problema com o fogareiro ou espiriteira (como foi o nosso caso), você não passará fome. Salame, castanhas e barras de cereal são opções interessantes.
  3. Mais calças e menos bermudas. Seja por causa da vegetação baixa que arranha as pernas ou pelos borrachudos, calças leves acabam sendo melhores que bermudas.
  4. Leve repelente. Para quem não conhece, a Ilhabela é infestada por borrachudos. Nós usamos quase 50ml de repelente por dia, cada um.
  5. Não se preocupe com água, pois a Ilhabela é cheia de nascentes de água potável. Um cantil de 1/2 litro é mais que o suficiente (um maior servirá apenas para fazer você carregar mais peso, já que haverá lugar para enchê-lo a toda hora).
  6. É proibido acampar em todas as praias da Ilhabela. Para quem pensa em tentar driblar tal restrição, saiba que os moradores proíbem a prática, muitas vezes com ameaças. Entretanto, pode-se acampar nas trilhas sem grandes problemas, mas com conforto precário.
  7. Procure se informar antes. Nos trechos mais complicados (que são poucos) um guia experiente é recomendado. Mas lembre-se que os moradores locais sempre irão recomenda-los, na esperança de que os visitantes gastem mais dinheiro, mesmo que na maioria dos trechos eles são dispensáveis.
Arquivos e Referências:
  1. Carta Náutica da Ilhabela
  2. Marcações do Google Earth (atualizada após a viagem)
  3. Planilha de Gastos (atualizada após a viagem)
  4. Checklist para Trilhas na Ilhabela (atualizado após a viagem)
  5. Plano de Viagem (atualizado após a viagem)
Sites úteis: