quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

(Caraguatatuba) O morro do Camburi

Ainda animados pela última "exploração" em Caraguatatuba-SP, eu e o Fábio aproveitamos alguns dias sem chuva para subir o Morro do Camburi. Curiosamente, sempre me referi a ele como Morro do Garcez mas só quando fui fazer uma pesquisa na internet (para saber melhor onde iria me meter) é que descobri o nome correto. De todo modo, esse morro é que separa a Praia do Camaroeiro da Prainha e da acesso à Praia do Garcez, onde fica a Pedra da Freira. O motivo, como sempre, foi apenas fugir marasmo, apreciar a vista e constatar que é possível.

Não há uma trilha propriamente dita para subir o morro mas há um local mais favorável bem em frente à construção abandonada no mirante. O paredão de pedra não nos intimidou o suficiente e, às 17h30 (aproveitando o horário de verão), começamos a subida. Mesmo não parecendo à primeira vista, é fácil subir o paredão se você tiver um calçado de solado aderente (como os feiosos Crocs, que eu estava usando). Mas tome cuidado com os vários "fios d'água" que escorrem pelas pedras. Se tiver chovido nos dias anteriores pode ficar muito liso. O caminho que fizemos para subir pode ser visto nessa foto.

Após superar as pedras (que não demorou nem 15min) a subida continua por terreno pouco inclinado, sem árvores e com mato baixo. Mesmo no começo já tem-se uma belíssima vista da Praia do Camaroeiro. Chegamos no alto do morro depois de apenas 30min, sem muito esforço. Do alto pode-se ver todo o bairro Martim de Sá, a Prainha e a Pedra do Jacaré e o centro da cidade.

Morro do Camburi Como ainda não tínhamos uma boa vista da Praia do Garcez, resolvemos continuar caminhando. No topo, a vegetação levemente mais fechada e o terreno praticamente plano não foram problemas.

Uma grande árvore queimada (foto) marca o topo desse morro. Apesar das inúmeras queimadas, a árvore ainda continua firme e isso me deu coragem suficiente para escalá-la em busca de uma vista melhor. Ter ficado imundo de carvão valeu apenas para ter uma vista que pode-se ter ao caminhar uns poucos metros à frente!

Descasamos lá no alto quase 30min, tiramos algumas e mal percebemos o tempo passar. Retornamos às pressas até a descida do paredão de pedra, que foi um pouco mais complicada que a subida, mas nada demais. Às 19h20, depois de quase 2hr, estávamos de volta ao mirante com uma fome imensa. Uma tigela gigante de açaí foi uma recompensa merecida.

Local: Morro do Camburi
Tempo: 1h a pé (só ida)
Dificuldade: Fácil
Atrativo: Vista panorâmica da cidade
Valor: Grátis
Dica: Use calçado de sola aderente e calça leve para evitar arranhões. Leve protetor solar e água.

Quem estava:
Picasaweb + fotos