sexta-feira, 12 de março de 2010

(Brasília) Funcionalidade e Beleza

Pousamos em Brasília às 11h da manhã e esperamos apenas 30min no aeroporto. O Brás (amigo de faculdade e morador local) chegou para buscar eu e Pri. Obviamente que já tínhamos combinado tudo com ele bem antes de sair de São Paulo.

Do aeroporto, fomos direto procurar um lugar para ficar. Dentre as opções clássicas do setor hoteleiro e as “informais” da Av. W3 Sul, optamos por ficar no Econotel que era o mais econômico (como o nome sugere). O hotel não fez surpresa; nem pro bem, nem pro mal.


Deixamos as coisas e, como a fome já era o assunto principal, fomos direto comer. Percebemos então que Brasília é realmente uma cidade bem projetada mas com os carros em foco. Por avenidas amplas e rápidas fomos em bem poucos tempo do setor hoteleiro até o Restaurante Mangai, a 8km de distância. Infelizmente, o mesmo trajeto dificilmente pode ser feito a pé (devido à distância) ou de transporte público (devido à quase inexistência desses). Ainda bem que o Brás tem carro, e isso fez TOTAL diferença para a boa impressão que tivemos da cidade.

Depois de comer muito, fomos conhecer o Pontão e fazer a digestão. O Pontão tem ares de parque, acesso gratuito, fica à beira do Lago Paranoá e tem comércios e restaurantes; mas é uma área privada! Ficamos lá por 40min descansando, conversando e tirando fotos. Mas o calor de Brasília estava implacável, e nós resolvemos procurar um lugar com mais sombra. Fomos então para o Parque da Cidade, onde enrolamos mais algum tempo.

vista panorâmica de BrasíliaÀs 16h, já refeitos da preguiça pós almoço, fomos à Torre de TV de onde tem-se uma excelente vista panorâmica da cidade (foto). Infelizmente o Brás precisava se aprontar para o trabalho e não nos acompanhou. Depois de 30min apreciando a vista, voltamos sozinhos (e a pé) para o hotel sem problemas e aproveitamos o final da tarde para descansar.

Às 20h, depois de comer num shopping perto do hotel (Patio Brasil Shopping), fomos até o Complexo Cultural da República tirar algumas fotos noturnas da Biblioteca Nacional, Museu Nacional e aproveitamos para ir até a Catedral de Brasília, que fica ao lado. Ficamos tirando fotos até as 22h e voltamos para o hotel. Como a Pri não queria sair, fomos eu e Brás tomar cerveja e jogar sinuca num “bar subterrâneo” bem legal: o Área 51. Ficamos lá até pouco depois de 2h da madruga e então fomos no Skys, matar a fome da madrugada com um lanche rápido, e de lá dormir. Amanhã promete ser um dia cheio!

DICA: O cardápio do Mangai é um capitulo à parte! Pratos regionais com forte influencia nordestina e outros mais “comuns” garantem que curiosos e conservadores saiam satisfeitos! Embora não seja barato, vale muito a pena conhecer.

Informações locais:
  • Econotel: Setor Hoteleiro Sul, Quadra 3, Bloco B - TEL: (61) 3321-7373
  • Rest. Mangai: SCE Sul, Trecho 2, Conjunto 41 - TEL: (61) 3224-3079 - R$41,00/Kg
  • Area 51: CLN 203, Bloco A, 40, Asa Norte

Quem estava:
Picasaweb + fotos