quinta-feira, 21 de abril de 2011

(Rio de Janeiro) Praia, Pizza e Botequim

Mesmo já tendo estado muitas vezes no Rio de Janeiro, a cidade nunca deixa de me surpreender, e claro, não foi diferente dessa vez. Na noite da véspera de feriado de Páscoa, lá estávamos nós (junto com metade dos paulistanos) na Rodoviária do Tietê tentando embarcar para o Rio. Uma noite inteira depois, contando as horas de atraso para o ônibus sair do terminal e também de São Paulo, conseguimos chegar na cidade maravilhosa.

A chegada em si não foi muito maravilhosa: mega trânsito - ops, engarrafamento (já estamos no Rio!) -, táxis que custam os olhos da cara, enfim. Resolvemos dar uma de malandros e pegar um táxi fora da rodoviária. Algumas outras pessoas tiveram a mesma ideia, e logo fomos abordados por um casal (até agora não entendi se eles se conheciam ou não) perguntando pra onde iríamos. Como íamos mais ou menos pra mesma região, resolvemos rachar o táxi. Péssima ideia, claro! No fim das contas economizamos uns poucos reais, que não valeram a pena pelo stress de ter passado metade do caminho achando que aquilo era um golpe (não era, foi só uma leve paranóia paulistana).

Praia de IpanemaChegamos em Ipanema quase 10h e fomos pra casa do Nishi, um amigo que iria passar o feriado em Florianópolis e gentilmente cedeu seu flat (amigo é pra essas coisas!), super bem localizado, na Rua Barão da Torre, perto da Praça Nossa Senhora da Paz. Encontramos com ele, e saímos pra tomar café da manhã ali perto. Fomos na lanchonete Chaika, e comemos algo rápido. De lá, o Nishi foi para o aeroporto e nós para a praia (foto).

O Dudu (um amigo do Couchsurfing) estava no Posto 9 e fomos encontrar com ele. O dia de praia dispensa comentários: vários bishcoito Globo, mates gelados e conversa fiada depois, voltamos pro apartamento pra tomar banho e dar uma descansada antes de sair para jantar.

Decidimos acabar com o mito de que carioca não entende de pizza e fomos conhecer a Capricciosa, uma pizzaria que ouvimos falar muito bem. O que dizer? Boa, mas nada fabulosa, pelo preço podia ser melhorzinha. A Toscana estava boa, já a 4 Queijos, meio fraca. Pra completar a noite, fomos tomar um chopp no Botequim Informal: um clássico do Rio de Janeiro, que não tem erro. Tudo isso a uma fantástica "walking distance" de casa. A noite foi calma, já que estávamos bem cansados por termos dormido no ônibus na noite anterior. Dia seguinte tinha mais passeios na agenda!

Informações Locais:
  • Lanchonete Chaika, em Ipanema, tem salgados, tortas, sanduíches naturebas e sucos - tudo de ótima qualidade. Mas no final de 2011, um incêndio destruíu a lanchonete e oito meses depois a filial do Shopping Rio Sul também fechou as portas. Uma pena.
  • Capricciosa: Rua Vinícius de Morais, 134 - Ipanema. Tel.: (21) 2523-3394. A pizza é boa, talvez seja a melhor do Rio de Janeiro, mas está longe das melhores pizzas de São Paulo. Ainda assim, só por não ter catchup na mesa já ganha pontos.
  • Botequim Informal: Rua Barão da Torre, 348 - Ipanema. Tel.: (21) 2247-6711. Tem vários endereços no Rio, fomos nesse por estar no "quintal de casa".
Quem estava:
Picasaweb + fotos