sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

(Búzios) Dia 01: de Caraguá a Búzios pelo litoral

De Caraguá até Búzios de carro pela Rio-Santos: esse era o roteiro. Malas prontas, carro abastecido, saímos às 10h da manhã, já meio atrasados de acordo com nosso planejamento. Seguimos em direção a Ubatuba, por onde passamos 1h depois, sem paradas, já que esse trecho - lindo, por sinal - nós conhecemos bem.

Às 12h, estávamos próximos de Paraty e, como já estava perto da hora do almoço, decidimos fazer a primeira parada. Entramos na cidade, estacionamos o carro perto do Centro Histórico e saímos à procura de algum restaurante que chamasse a atenção. Depois de olhar alguns, escolhemos o Dona Ondina e, sem saber, acertamos em cheio. Além de atendimento excelente e bela vista para o canal (estava bem fresquinho lá, num dia de calor forte), a comida estava fantástica. Foi definitivamente o polvo mais bem preparado da minha vida. Valeu a pena a parada, restaurante super indicado!

Baia de Tarituba, em ParatyHora de seguir viagem. A partir daqui a Rio-Santos já não era mais tão familiar, mas a paisagem sim, continuava linda. Uma das partes mais bonitas foi a da vila de Tarituba (foto), que até ficamos com vontade de conhecer em uma outra ocasião.

Passamos por Angra dos Reis às 15h e as baterias dos celulares já estavam quase acabando. Como nós precisávamos dos mapas, começamos a ficar meio desesperados por uma tomada. Decidimos parar um pouco mais à frente, em Conceição de Jacareí. Lá, em frente à praia, tinha alguns botequinhos. Escolhemos um, pedimos um sorvete e uma tomada. Ficamos por ali uns 30min pra carregar um pouco o celular e então continuamos a viagem.

Quase às 18h, ainda no carro, já cansados, paramos aleatoriamente na Praia de Muriqui, que nunca tínhamos ouvido falar. Péssima escolha! Lugar feio, cheio de gente mal encarada e nós não achamos nada que interessasse pra comer em nenhum dos quiosques da praia. Tomamos só uma água de coco, e voltamos para a estrada.

Pouco tempo depois, já começamos a entrar na cidade do Rio de Janeiro, pela Av. Brasil. Aí sim, começou a tortura: era 6a-feira e o trânsito estava absurdo: além do anda-e-para, estava muito calor e a gasolina quase acabando. Com o tanque já na reserva, há um bom tempo, conseguimos achar um posto para abastecer e seguir até a Ponte Rio-Niterói, que também estava parada. Já passava de 23h quando pegamos a Via Lagos em direção à nossa parada final.

Muito cansados e com sono, seguimos, meio sem saber se íamos sentido Cabo Frio ou Búzios, já que a casa onde ficaríamos estava entre as duas cidades. Seguindo as instruções e o mapa, conseguimos chegar, finalmente, no Condomínio Caravela Nina, na Praia de Caravelas, quase 1h30 da manhã. Pegamos as chaves na portaria, entramos na casa, arrumamos o que foi possível e desmaiamos, depois de mais de 15h de viagem!

Informações Locais:
  • Dona Ondina: Rua do Comércio, 32, Centro Histórico, Parati. Tel: (24) 3371-1584. O polvo à provençal é excelente!
Quem estava:
Picasaweb + fotos