segunda-feira, 28 de julho de 2008

(Estrada Real 2008) Dia 11: Trem para Ouro Preto

No último dia em Mariana, acordamos as 6h30, arrumamos tudo, tomamos café e saímos bem cedo. Tão cedo, que as atrações ainda estavam fechadas! Aproveitamos então para ir à Estação Ferroviária de Mariana comprar os bilhetes para Ouro Preto (Trem da Vale, R$9,00/estudante, só de ida) e subimos, dessa vez de dia, para visitar a Igreja de São Pedro dos Clérigos (R$2,00/pessoa), cuja vista e decoração são ímpares, e as Igreja de São Francisco dos Cordões e a Igreja Nossa Senhora das Mercês, que estavam fechadas. Depois fomos conhecer o Museu da Música, que funciona no antigo Palácio dos Bispos. Já perto da hora do almoço, fomos ao Museu Arquidiocesano de Arte Sacra (R$1,00/estudante) e ficamos o máximo que pudemos. Saímos correndo para pegar as malas e de lá para a estação de trem. Chegamos à estação logo e o embarque foi pontual.

Trem para Ouro PretoEntre túneis e vistas panorâmicas (foto), a viagem de trem durou 1h, chegando a Ouro Preto as 16h30. Subimos até o centro histórico, passamos no Centro de Informações Turísticas e fomos, novamente, procurar onde dormir. Como a cidade ainda estava cheia por causa do festival, não tivemos escolhas e nem preços módicos: ficamos na Pousada Ouro Preto. Tomamos banho e dormimos cedo.

Dica: No trem (sentido Mariana para Ouro Preto) a vista é melhor do lado esquerdo. Garanta um bom lugar embarcando logo.

Informações locais:
  • Pousada Ouro Preto: Largo Musicista José dos Anjos Costa, 72 - Tel: (31) 3551-3081 - (R$100,00/casal)

Quem estava:
Picasaweb + fotos
Picasaweb + fotos