sábado, 11 de abril de 2009

(Bolívia) Dia 07: A Isla Del Sol

Acordei no meio da noite ardendo em febre! Como não iríamos acordar cedo hoje, enrolei na cama até o último minuto e só levantei para ir almoçar! Ao sair do albergue, aproveitamos para deixar as roupas para serem lavadas lá mesmo.

Fomos fazer o famoso passeio para a Isla del Sol. Arrumamos um barco normal, na praia lacustre mesmo, que sairia às 13h e voltaria no final do dia. Embora todos tenham dito para ficarmos mais tempo por lá, nosso cronograma já estava bastante apertado, e por isso a visita tão rápida.

Na hora marcada, embarcamos. As condições de segurança eram precárias: barco super lotado, sem rádio ou coletes salva vidas! Fomos em velocidade mínima, com apenas 1 dos motores funcionando e demoramos 1h30. Exceto pelo começo, em que passamos por um barco de totora gigante, a viagem foi um grande tédio.

Lago TiticacaAo desembarcar na Isla del Sol a sensação não foi das melhores: desorganizada e suja. Pagamos a taxa de entrada e subimos as escadarias até a "fonte da juventude", com água cristalina e gelada. Depois de lá, subimos mais um pouco até um museu. Quando chegamos lá em cima (foto) já era 15h45: hora em que os passageiros que não pernoitariam na ilha deveriam voltar para o barco.

Acabamos sendo largados. Quando chegamos o barco estava lotado! Depois de muito brigar, fomos alocados em outro barco que sairia às 16h30. A volta demorou 2h e o vento intenso do lago só piorou o frio. Chegamos a Copacabana às 18h30, morrendo de frio!

Na volta para o albergue, tive que comprar remédios para a febre que havia piorado. Tomei todos e fui dormir, antes das 20h! O Marcio e o Rodrigo saíram para jantar e acertar os detalhes para a viagem para La Paz no dia seguinte, mas eu não vi a hora que eles voltaram.

DICAS: Quando for para a Isla del Sol, prefira ir pela manhã! Mas não esqueça de perguntar pelos coletes salva-vidas. Cuidado também com o sol, mas não se esqueça de levar um agasalho.

Quem estava:
Picasaweb + fotos