quinta-feira, 9 de abril de 2009

(Peru) Dia 05: A subida do Cânion Colca

Canion ColcaComeçamos a caminhar ao nascer do dia, às 5h30. Com o caminho molhado pela chuva da noite anterior e neblina, subimos rumo a Cabanaconde e nosso prometido café da manhã! (Sim, partimos em jejum!)

Sem nenhum trecho plano no caminho, subimos durante 4h! As paradas para descanso foram frequentes e renderam momentos inesquecíveis: o nascer do dia no fundo do vale (foto), a névoa se dissipando em meio às montanhas e a vista panorâmica de toda a região. Mas a promessa do café da manhã no final da subida foi a real motivação para continuar andando o tempo todo. Enquanto subíamos, tropas de mulas passavam por nós levando pessoas e bagagens. Fomos os últimos a chegar, às 9h20, caminhando com dificuldade.

Às 10h30, já alimentados, entramos no ônibus novamente e fomos para as termas. Dizem que tais piscinas quentes são medicinais, mas o que é certo é que são muito relaxantes; principalmente para quem enfrentou uma provação física como a nossa. Ficamos lá até às 14h, quando então voltamos ao centro do povoado de Chivay para almoçar.

Às 15h30, depois de almoçar, começamos nossa viagem de volta para Arequipa. Depois de 3h30, chegamos na cidade e tivemos que voltar a pé até o albergue, pois todo o centro estava interditado. Por causa da páscoa, as ruas estavam repletas de barracas vendendo comida e pessoas circulando, no que parecia uma quermesse gigante. Como estávamos na rua, já telefonamos para casa, descarregamos as fotos tiradas e jantamos (Cuy e Roccotos Rellenos) em uma das muitas varandas da Plaza de Armas de Arequipa. Voltamos então para o albergue e tivemos uma merecida noite de descanso. A última em Arequipa.

DICA: A maior parte do comércio em Arequipa fecha às 20h. Apenas restaurantes ficam abertos até mais tarde.

Quem estava:
Picasaweb + fotos