quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

(Turquia) Dia 06: Castelo de algodão

Depois da viagem péssima que durou a noite inteira, chegamos a Selçuk e fomos direto para o Hotel Antik, que estava incluso no pacote que fechamos no dia anterior. Deixamos as coisas, mal tivemos tempo de tomar café e a van chegou; com mudança de planos!

Ao contrário do planejado, conheceríamos primeiro Hierápolis, enquanto Ephesus ficaria para o dia seguinte. Como não tivemos muita chance de discordar, rapidamente entramos na van.

PamukkaleSeguimos cochilando por 3h por uma região agrícola sem grandes atrativos. Mas 10min antes de chegar ao destino, a grande montanha branca como algodão se destaca na paisagem: chegamos a Pamukkale (que significa Castelo de Algodão, em turco). Após um leve aclive (e uma bilheteria - 10TL/pessoa), vislumbra-se um vale repleto de ruínas da antiga cidade/retiro medicinal que foi Hierápolis. Portões bizantinos, teatro, arcos romanos e, obviamente, banhos e termas romanas formam uma paisagem que me transportou 2000 anos de volta no tempo.

Apesar da beleza das ruínas de Hierápolis, as piscinas de calcário de Pamukalle (foto) são um caso à parte: mais parecem uma paisagem lunar. A água quente e rica em calcário brota da terra e, ao longo de milênios, formou uma paisagem indescritível que, merecidamente, figura entre os Patrimônio da Humanidade da UNESCO. Infelizmente tivemos míseras 2h no lugar, tempo insuficiente para ir nas termas (entrada cobrada à parte) que, segundo dizem, eram utilizadas por Cleópatra para manter sua (questionável) beleza.

Às 15h30 voltamos para a van e regressamos para Selçuk. Infelizmente não haveria tempo para conhecer Afrodísias (outra ruína nas proximidades) ou o museu arqueológico de Hierápolis.

Chegamos de volta ao hotel somente às 19h e saímos. Depois de andar um pouco pelo minúsculo centro comercial, fomos comer Pide (pizza turca) no Pinar Pide Salonu - tido como uma das melhores pides do país. Em poucas mordidas constatamos que a fama não era infundada.

Às 21h já estávamos novamente no hotel. Cansados pelo dia de viagem e pela noite anterior mal dormida, tomamos um merecido banho quente e dormimos como pedras.

Informações locais:
  • Hotel Antik: Ataturk Caddesi, No 4, Selçuk - Tel: +90 (232) 892-1265 - quarto duplo: 30€ (altamente negociável) - toalha e internet grátis, banho quente, café da manhã.
  • Pinar Pide Salonu: Siegburg Cd, 35920, Selçuk - Tel: +90 (232) 892-9913

DICAS:
  • Se for a Pamukalle, não esqueça a roupa de banho. As lojas próximas (mas não muito) das termas têm poucas opções, que são tão feias quanto caras.
  • Tente chegar nas ruínas de Hierápolis e Pamukkale bem cedo. Quase todos os turistas fazem a visitam à tarde, quando fica praticamente impossível sequer molhar os pés!

Quem estava:
Picasaweb + fotos